Direção de criação e Redes Sociais

ATENÇÃO! Tem vídeo novo da Web-série Como ser #SocialMedia!! O episódio de hoje é com o publicitário Guilherme Prímola, atual diretor de criação da agência Peppr (em Brasília).

O Gui contou um pouco da trajetória dele: “Eu entrei como web-designer (na Pepper). Até hoje eu exerço um pouco. Hoje eu trabalho muito integrado com a equipe de redes sociais”.

“Tudo vem por causa da tecnologia e da métrica. A partir do momento que o Twitter permitiu postar as imagens lá é claro que vai aumentar. O Twitter só permitiu porque a conversão era maior. As imagens chamam mais o clique (…) Tem muito teste em cima disso”, ressaltou.

Quer os contatos dele? Aqui ó:

Facebook

Linkendin

E-mail: gui.primola@peppr.com.br

A web-série é um produto deste Blog. Assine o canal para acompanhar os vídeos desta e de outras temáticas! \o/

Anúncios

Qual aplicativo de edição de vídeos usar no celular?

Viva Vídeo – Eu TESTEI hoje e DETESTEI.

Baixei pela App Store (é gratuito), mas apresenta um delay terrível para filmagens feitas direto pelo aplicativo. Tem alguns efeitos engraçadinhos, mas quando clicar para executá-los ele não vai mostrar o que você falar.

Até o momento o único app de edição mobile (razoável) é o Youtube Capture, mas ainda sim é bem fraco. Continuo testando. Você aí, tem sugestões??

Uma ativista do parto humanizado nas Redes Sociais!!

O episódio de hoje – da web-série Como ser #SocialMedia – é com a jornalista goiana, Jéssica Macêdo. Ela contou como começou a trabalhar com redes sociais e reinar nas ações em favor do parto humanizado.

Também citou um pouco da sua experiência na sub-coordenação de redes sociais no Ministério da Saúde. “Foi o grande case da minha carreira, pois as redes sociais do Ministério são inovadoras”, afirmou.

Quer os contatos dela? Aqui ó

Blog

Twitter

Linkedin

A web-série Como ser #SocialMedia é um produto deste Blog. Assine o canal para acompanhar os novos vídeos!

Episódio especial da Web-série Como ser #SocialMedia

Caríssimos, o episódio desta semana é…comigo. Está chegando o dia do meu aniversário e como eu não sou obrigada a ficar por último nessa série, resolvi incluir o meu relato. 😉

Aqui tem um resumo das aventuras envolvendo meus jobs de Manaus a Brasília, São Paulo, Vitória. Tem também algumas curiosidades, coberturas sem smartphone 3G e coisas do tipo.

A Web-série Como ser #SocialMedia é publicada toda terça-feira, às 21h, quando a NET e o Youtube permitem. Assine o canal e acompanhe todos os vídeos sobre este e meus outros Blogs.

Have fun! 😉

Um empreendedor nas redes sociais

Gente, o episódio de hoje é com o Tony Lopes. Ele mora em Brasília e é o responsável pela comunicação e criação do movimento Ocupe o Lago. Ele é uma heavy user de redes sociais e com isso ele aprimora os seus projetos.

Dá o play!!

A Web-série Como ser #SocialMedia é um produto deste Blog. É veiculada no Youtube toda terça-feira, às 21h. Não sei até quando!….Então, inscreva-se no canal para acompanhar todas as novidades sempre. \o/

Publicidade & Redes Sociais

O novo episódio da Web-série Como ser #SocialMedia é com o Marcos Cunha. Ele – que mora em Brasília – contou alguns detalhes dos primeiros jobs dele com redes sociais.

“Eu trabalhava com Comunicação sempre voltado para empresa. Sempre voltado para estratégia de Marketing. Com o passar do tempo isso passou a não me agradar mais. Comecei a ficar atento ao tipo de movimentação que acontecia e para o mercado estava indo”, disse ao explicar como decidiu escolher a área de redes sociais.

O Marcos Cunha contou um pouco da experiência que ele teve em várias agências de Brasília.

Quer achar o Marcos? Veja aqui no Twitter, no Facebook ou no Linkedin.

A Web-série Como ser #SocialMedia tem episódio novo toda terça-feira, às 21h. Assine o canal para ver tudo! 😉

Qual o perfil para trabalhar com monitoramento de redes sociais?

Tem alguma dúvida sobre isso? Seus problemas foram resolvidos. A publicitária brasiliense, Ariadna Neves, explicou quais as competências necessárias para trabalhar nessa área. Ela é supervisora de monitoramento na Agência Moringa, em Brasília.

A Ariadna Neves começou conseguiu o primeiro job dela por meio do Twitter: “Alguém me seguia e ficava de olho nas minhas publicações. Eu utilizava o Twitter para comentar sobre o cenário político de  Brasília”.

A formação em Comunicação não é importante, segundo a Ariadna Neves. “Já trabalhei com gente da área de Sociologia, trabalho atualmente com uma pessoa que é formada em Biblioteconomia. Trabalho com pessoas com formação na área de Ciência da Computação”, afirmou.

A afinidade com análise de dados também é fundamental. “Se você tem afinidade com Excel, gosta de fazer cálculos. (…) se gosta de analisar as pesquisas do IBGE”, explicou.

E aí, curtiu o episódio de hoje? Compartilhe com seus colegas que querem trabalhar na área de redes sociais. Assine o canal para receber os episódios primeiro! 😉