Influência? A mercadoria se transforma em cultura!

No fenômeno de perfis de “Influenciadores” há um equívoco de quem usa a seguinte fórmula: sequência de fotos semelhante ao antigo book de modelos, uso de softwares para adquirir falsos seguidores e falsos likes. Isso não é ser influenciador.

Nesse modelo há muitos perfis que acumulam 30 ou 100 mil seguidores, mas de fato não têm uma base de relacionamento com o público. Influenciar é ter uma causa e por ela ser reconhecida pelo público.

Influenciar em fazer o público ter alguma ação após se divulgar um fato. Exemplo: ao divulgar uma campanha solidária e ser responsável por boa parte das doações feitas pelas pessoas. Outro resultado é também divulgar determinado produto de uma loja e ser responsável por alavancar as vendas naquele momento.

Influenciar não é fazer um jogo de imagens no feed do Instagram. Neste caso, isso é a prática daquilo que é bem descrito por Guy Debord:  “A mercadoria se transforma em cultura”.

Vamos estudar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s