A produção de conteúdo não mudou depois de 185 anos

Este post é recomendável para quem estiver iniciando seus estudos em alguma habilitação da Comunicação Social.

Parece história antiga, mas se você pesquisar vai ver o quanto ainda continua atual. Qual a diferença do estilo dos blogs (de direita ou esquerda) para os jornais de 1931? Quanto à produção do conteúdo, pode-se ver que há bem pouca.

Vejamos alguns trechos dos jornais da época quando D.Pedro I abdicou do cargo de imperador.

Jornal do Comércio

“Em consequência da abdicação de S.M. D.Pedro I, em seu Augusto Filho, o Sr. D.Pedro II, havendo a urgência de se nomear uma regência para o governo do Estado, os Augusto Srs, Representantes da Nação, Senadores e Deputados reunidos…”

Jornal Aurora Fluminense

“Uma revolução, a mais assombros por seus amplos efeitos e pela marcha que tem seguido, ocorreu no Brasil. (…) A Constituição seja nosso norte.”

O Repúblico

“Depois de tantos sofrimentos teve que ceder o ingrato à vontade nacional. Êia, nós estaremos no Campo de Marte e aí findaremos a nossa regeneração, que não deve ser manchada por excesso algum. O perjuro abdicou – que se vá em paz gozar dos frutos de sua traição”

Agora, sem citar nomes, faça uma busca simples por blogs favoráveis à esquerda ou a direita. Pesquise por posts feitos no dia 11 de maio deste ano. Você vai entender essa comparação.

É importante ressaltar que quem trouxe a imprensa para o Brasil foi a família real portuguesa, em 1808. Na época foi criada a Gazeta do Rio de Janeiro.  Entretanto mesmo com essa “parceria” política, aos poucos foram surgindo periódicos contrários.  Por esses exemplos citados acima é possível descobrir qual jornal praticamente era um documento oficial do Império e quais os outros tinham mais liberdade (e até exageravam nas descrições).  Isso não mudou muito depois que mudamos do Império para República. Segundo Nilson Lage:

“Os padrões éticos do jornalismo pioraram gradativamente com a República, que se iniciou com uma reportagem antológica de Raul Pompéia, relatando a expulsão da família real, nos dias seguintes ao golpe republicano.”

A orientação política de quem lidera o veículo de comunicação (seja um Blog, canal do Youtube, Snapchat, Jornal Impresso, Revista, etc) é que define a linha da produção de conteúdo. Então, quanto mais você souber essa “raiz”, mais saberá o que está lendo. Então, pesquise!

Neste post foram usadas citações contidas no livro “Teoria e Técnica do Texto Jornalístico”, de Nilson Lage. Bons estudos!

—————————————————————————————————————————–

Conheça o Livro “Redes Sociais – Estratégias de Monitoramento” (Editora Nova Terra, RJ) e adquira conhecimento sobre análise de dados de redes sociais. Pagamento no débito, crédito ou boleto. Dúvidas? Envie um comentário! 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s